quarta-feira, julho 11, 2007

pão com manteiga

-Você é louco! No que você estava pensando quando decidiu amar assim sem culpa, medo ou desconfiança?
-Ai. Tinha me esquecido que isso era pré-requisito... agora me traz um pão com manteiga, por favor.

6 comentários:

Alanovski disse...

Aix...eu sempre me esqueço de ler as instruçoes...

Raquel disse...

Hum... sem medo, culpa ou desconfiança???? TRUCO!!!

Ou então pode ser uma fase... Isso cura! hahaha

Raquel disse...

Retiro o que disse, Rô!

Tava ouvindo uma música, agora entendo o texto de outra forma, segue a letra:

"Foi bom, amor de sexta-feira
Amor que não é para a vida inteira
Que vem, arrasa
e faz a brincadeira um vendaval

Tão bom,
amor deu na veneta
sem drama, sem Romeu e Julieta
Que de passagem brilha um cometa
um vendaval

Quando te vi dançando me encantei
Encadeava a luz do teu olhar
Minha vitória de amor cantei
foi tão bonito um sonho ao luar

Como um balão que ao subir ao céu
Vai se queimando em tanta beleza
Dois corações se abandonando ao léu
paixão que chega e faz um carrocel
pura alegria, mesmo que fulgás"

Sandra Leite disse...

Putz, como te invejo por isso.
Mas uma inveja santa, não se preocupe:)
Inveja por não ter medo do amor...
bjs,

Sandra

Vanessa disse...

hahaha
incrível esse post!!

May disse...

Isso é injusto!!! Primeiro tu me manda um blog bom desse de madrugada, depois pede pra comentar no texto que mais gostei...teria que fazer vários comentários antes de dormir, mas escolhi esse, pra começo de história!
Bom te 'conhecer'!
Beijo.