segunda-feira, novembro 12, 2007

Desembarque pela lado esquerdo do trem

Ela está recostada num canto do metrô, ouvindo seu ipod. Ela chora discretamente. A velhinha sentada em frente sorri e puxa assunto:

"Ô moça, a próxima estação é qual, hein?"
"Não, não! eu tô bem", responde a jovem ainda distraída com o próprio pesar e tentando esconder o pranto.
"Não! A estação..."
"Ah, deve ser Brás, eu acho". E voltou para a música e para as lágrimas.

O que será alguém ouve ao chorar assim tão serenamente no metrô?

2 comentários:

Lis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lis disse...

O ipod estava sem pilhas, era apenas um pretexto para se esconder. O bater do coração e a inquietação da alma, tirava a tranquilidade de sua mente. Só pode. A velhinha que nunca amou parecido, tentava escutar seus prantos em formas de voz.

Ai...que lindo.. :)

Beijossssss