segunda-feira, janeiro 22, 2007

lá em cima

Ela precisa subir. Aqui em baixo as coisas já não fazem sentido. A lucidez foi embora e ela precisa subir. As memórias se apagaram. Seus documentos e pensamentos mofaram. Os velhos discos de Clara Nunes estão perdidos. Ela não pode ouvir sua cantora favorita e sabe que precisa subir. Vagas lembranças intercalam os surtos. Crise. Ela quer subir. Não é Céu nem futuro que ela busca. Parece clichê, mas ela talvez só queira as estrelas dessa cidade sem céu.

8 comentários:

Salvaterra disse...

tipo a bela Remédios, que vara o teto levando até o lençol?
gostei da "cidade sem céu", gostei e concordo: cidade só tem teto.

[ganhei uma comunidade no orkut, sobre o Corpo Secreto:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=26720914 ]

Anônimo disse...

Seguindo com os clichês: "Tudo tem seu tempo ..."

Rui disse...

Seguindo com os clichês: "Tudo tem seu tempo ..."

Raquel disse...

os documentos se acharam.. mas constantemente podem ser perdidos
=(

Tati disse...

Sei lá pq..mas me lembrou
Ismália
Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar

avoada disse...

TÔ precisando subir também (realmente as coisas por aqui não fazem mais sentido)...será que ela me leva junto?:~)

morto disse...

bye

Chapolim disse...

Ontem eu também queriia subir...
E de fato subi...
Mas a ressaca hoje foi de foder...