quinta-feira, março 22, 2007

não é bem assim

Ela disse que eu sou muito. Para poucos, mas muito. E para ela? Não ela, ela. Ela, aquela. O quanto preciso ser para ser o suficiente? Mais do que sou ou menos do que tenho sido? “Seja você mesmo”, diria o sábio clichê. Desde que esse mesmo não irrite muito, claro. “Ah, cala a boca e beija logo”, afirmaria outro sábio. Que assim seja, espero.

4 comentários:

Dani disse...

Se ela te conhecer o pouco, mas suficiente, como te conheço, ela vai concordar que vc é MUITO!!
rsrs!!
Eita amigo, tu tá demais, hein?

Raquel disse...

Nossa, eu estava pensando nesse lance de ser eu mesma hoje no banho, hahaha. É clichê, mas acho que é por aí. =D

Rui disse...

Dê o máximo em doses homeopáticas .... Mínimas ...assim você prolonga o martírio ...

avoada disse...

beija logo...