sexta-feira, abril 27, 2007

o segundo e último encontro

Não era do tipo que causava constrangimento quando bebia. Mas sóbria era um horror. Só que Evaldo Rubens apenas descobriria isso naquele fatídico segundo encontro.

5 comentários:

Raquel disse...

Se forrr vê, é melhor perceber isso no segundo encontro... ou se pá nem é, ó!

Ana disse...

Putz, Evaldo Rubens tá com um azar, hein!!!

Suee disse...

entoa melhor beber

avoada disse...

esa sou eu...no mundo bizarro.

avoada disse...

essa*